Buscar

Veneza, pena que sozinhas


DICAS:

  • Nunca confie em seu senso de direção… Veneza é um labirinto!

  • Não vá sozinha (temos aqui duas experiências deprimentes!)

  • Se não quiser gastar muito, opte pelos barquinhos públicos.

Veneza by Agnes

De Florença à Veneza fui de trem, chegando lá não encontrava meu hostel por nada, todas aquelas ruelinhas, eu pedia informações e ninguém sabia me indicar, depois de muito tempo encontrei o ‘FishHostel”, que eu havia reservado pela internet na noite anterior (fui para Itália sem saber ao certo meus destinos, então sempre decidia na noite anterior).

Veneza é aquela coisa fofa de filmes, água, gôndolas, máscaras, logo peguei uma embarcação que ia par a Murano, saia do famoso grande canal. Murano é uma micro “ilha” que se faz o famoso Murano, andei pelas lojinhas, fui às demonstrações do povo fazendo os vasos e tudo mais, como estava de mochilão não tinha como comprar um vaso, né?! Me contentei com uns pingentes e pulseiras.

Já na volta fui à Piazza San Marco, e à basílica, Palácio Ducal, e à Ponte do Suspiro, que para minha tristeza estava em reforma. O passeio de gôndola não rolou, primeiro pq eu estava sozinha e depois… era caríssimo.

Já a noite, retornei ao hostel e para minha surpresa o preço que eu havia pago (20 EUR – que é caríssimo para um hostel), era apenas para a cama, mas para ter lençol tinha que pagar a mais, cobertor, mais ainda para travesseiro… ficaria mais caro que um hotel, e como não estava podendo resolvi não alugar nada, o colchão estava nojento e fazia muito frio… Obviamente peguei meu casaco de neve, meu cachecol, gorro e luvas e assim dormi (quentinha e sem encostar no colchão kkkkk). Na manhã seguinte eu ia para Trento!

Veneza by Marcella:

Também fui de trem de Florença a Veneza (mas dei uma parada rápida em Ferrara – que depois eu conto como foi). Eu já tinha reservado a minha hospedagem… mas não era um hostel… er a um hotel com quarto compartilhado (um lixoooo e caríssimo!!!! E ficava meia hora de ônibus da Veneza que todo mundo c onhece… entre as águas!). Fiquei lá 3 dias… e confesso que foi uma das cidades mais deprimentes que fiz em toda a minha vida. Além de ser mega romântica… e os passeios serem para os casais… a energia da cidade é muito ruim (dizem que é por causa das águas mesmo). Durante os 2 dias me sentia cansada, triste e “carregada” ao mesmo tempo. Mas sempre que entrava em alguma igreja e rezava por 5 minutos, melhorava (coisa do capeta mesmo rs). E de novo… não sou uma pessoa 100% religiosa (mas na Italia não tem como não entrar na igreja, rezar por 5 minutos e fazer algum agradecimento). Veneza é uma loucura mesmo… se em cidades normais eu já me perco pelo menos 1 vez por dia… nem preciso dizer que lá me perdia em todos os passeios que eu ia fazer ne? (ainda bem que meu hotel ficava fora dessa confusão). No último dia conheci uma mexicana muito gente boa… e saímos para passear. E acredita que eu não tinha conhecido uma das principais partes de Veneza de tanto que me perdi sozinha?? Enfim… faz parte dessas nossas aventuras.


0 visualização

© 2023 by Going Places. Proudly created with Wix.com