Uma volta por Quito

October 4, 2019

Ir para o Equador e não ficar pelo menos 1 dia em Quito... não vale!

E é o que digo... mínimo 1 dia. Se quiser ficar mais, tem mais tranquilidade para conhecer os pontos turísticos e curtir os restaurantes que tem por lá!

 

 

Deixamos Quito ser nossa última parada. Sempre faço isso com cidades... não me pergunte o porque!

Nos hospedamos na "Casa Aliso". Um hotel boutique beeeem aconchegante e longe do centro. Em Quito não precisa ficar no centro porque tem uma coisa em cada lado da cidade, portanto, você vai ter que pegar taxi. Uber e taxis lá são bem baratos! Ficamos lá também no primeiro dia que chegamos antes de ir para Galápagos (somente para pernoitar e se acostumar com a altitude).

 

Tínhamos 2 noites e 1 dia para aproveitar.

Na primeira noite fomos comer em um restaurante de comida típica que não me lembro o nome. Mas, sinceramente, nada muito espetacular (e muito caro rs).

 

De manhã acordamos cedo e fomos direto para a "Mitad del Mundo". O famoso lugar que fica a Linha do Equador. Ela fica bem distante do centro da cidade - uns 50 minutos. E nos contaram que ir logo no começo do dia é melhor porque a tarde geralmente chove (pelo menos na época que estávamos). Chegamos lá e achamos que era um mero lugar com uma linha no meio. E não! É uma mini cidade, com várias "mini museus" e exposições. Facilmente pode se perder o dia todo por lá. Mas como tínhamos o tempo contado, ficamos apenas algumas horas.

O ingresso custou 5USD para conhecer a tal cidade e visitar a torre (com direito a subida no rooftop). Li em alguns lugares que o preço desses dois era separado - no nosso caso não tinha essa opção.

 

Paradas obrigatórias dentro da "Mitad del Mundo":

 

* Linha do Equador

Dica para tirar uma foto sem pessoas: vá na parte de trás do monumento. Infelizmente, como era sábado, quando chegamos tinha uma banda de rock tocando no lugar. Então tivemos que ficar onde todo mundo estava.

Pense em poses criativas... fique tranquilo que não será o único a pagar uns micos por lá.

* Procure o local que as pessoas equilibram um ovo em um parafuso. Dizem que somente lá esse fenômeno ocorre!

* Entre no Museu que fica na torre da Metade do Mundo. Lá tem várias curiosidades sobre o Equador e sobre ciências (para quem gosta)

Suba até o último antes e veja a vista lá de cima!

* Perca algumas horas andando pela cidade, entrando nas lojinhas e até descobrindo o museu de chocolate.

 

Saímos de lá e fomos até o teleférico de Quito. 

Pegamos um ônibus até a subida que dá para o Teleférico. E de lá pegamos um taxi para chegar na entrada - tem a opção de ônibus também.

 

Chegando no teleférico pegamos a fila, compramos o bilhete e começamos a subida no teleférico mais alto do mundo (4mil metros).

E logo que chega lá em cima já percebe que a altitude chega junto - porque Quito já é uma cidade alta.

 

Lá no Teleférico tem alguns caminhos para percorrer e claro, uma balança!

Bem no momento que chegamos na fila da balança, chovia muito e fazia muito frio. Mas não desistimos e continuamos.

 

Descemos depois de umas 2 horas e fomos direto para o centro.

O centro de Quito na minha opinião é bem sem graça. Uma praça com algumas casas históricas e depois caminhando chega na Igreja mais famosa do local: Basílica del Voto Nacional.

 

 

No centro também tem a Calle La Ronda, bem famosa pelos restaurantes e pela cidade iluminada que fica a noite. Estávamos tão cansadas nesse dia que já não conseguimos ir.

 

De lá pegamos nossas coisas e fomos até o Mercado Artesanal para comprar umas lembrancinhas! Nada de mais e nem muito mais barato que em outros lugares que passamos. Dica: vá comprando os souvenirs no caminho da viagem!

 

#porumavidasemrotina

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

You Might Also Like:

Uma volta por Quito

October 4, 2019

Bate-Volta em Quilotoa

October 3, 2019

1/15
Please reload

© 2023 by Going Places. Proudly created with Wix.com