Costa Amalfitana em 3 dias

August 6, 2019

 

 

 Enfim nossa ida para a famosa Costa Amalfitana.

  • Alugamos um carro em Roma e fomos para lá. Acho que o carro é bem interessante para esse roteiro, pois são pequenas cidades que você para, senta, come, vai na praia, é um esquema bem pessoal;

  • Se você está de carro se atentar se o hotel tem estacionamento (não fizemos isso :/)

  • Escolhemos como cidade base Sorrento, pois os preços eram mais acessíveis;

  • Se atentar para as placas de onde estacionar, parkings, porque eles multam mesmo, tomamos multas kkkk;

  • Estamos na terra do Limoncello, o que você imaginar de limões existe para vender.

 

Parada 1: Pompéia

 

Está no caminho para a Costa Amalfitana. Patrimônio da Humanidade pela Unesco, a cidade foi destruída durante uma grande erupção do vulcão Vesúvio no ano 79, que provocou uma intensa chuva de cinzas que sepultou completamente a cidade. Ela se manteve oculta por 1600 anos, até ser reencontrada por acaso em 1748. Cinzas e lama protegeram as construções e objetos, o que fez com que fossem encontradas do modo exato como foram atingidas pela erupção.

 

O lugar é enorme, o negócio é pegar o mapinha e sair caminhando, fizemos uma visita “rápida” nos pontos principais. DICA: o Google Maps tem o sitio arqueológico mapeado!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

SOBRE OS CORPOS:

 

Giuseppe Fiorelli foi quem percebeu que havia espaços entre as camadas de cinzas contendo ossos humanos e que essas cavidades correspondiam aos vazios deixados depois que os cadáveres se desintegraram.

O arqueólogo, então, desenvolveu a técnica de recriar as vítimas carbonizadas despejando gesso nesses “ocos”. Logo na visita nós não vemos corpos, mas sim moldes.

Quando os arqueólogos começaram a criar os modelos de gesso, eles perceberam que muitas das vítimas se encontravam em posição fetal, posição comum adotada por pessoas que morrem de asfixia. Com isso, uma das teorias iniciais sobre como os habitantes de Pompeia pereceram foi a de que muitos deviam ter sufocado com os gases superquentes que atingiram a cidade durante a erupção.

 

Parada 2: SORRENTO

 

Uma Volta rápida no centrinho e é impossível não se apaixonar pelas lojinhas com tudo o que vc imaginar de limão. A parte de louça para casa é incrível!

 

Alguns pontos a serem visitados:

  • Chiostro di San Francesco 

  • Museo Correale di Terranova

 

Lá tem um elevador (1 EUR) para descer para a parte da praia, ótimo para economizar uma caminhada.

Na praça central têm diversos restaurante e comemos em todos, comer na Itália não tem erro, NE?!

 

 

DIA 2: POSITANO

 

O caminho pela estrada entre as cidadezinhas é MARAVILHOSO, com vários pontos para parar e tirar fotos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Tiramos o dia para ficar na praia. Praias da Europa em geral são de pedras e lá não é diferente; alugamos a cadeira por 20 EUR, sim, 20 EUR e lá ficamos.

 

Alguns pontos para visitar lá:

  • Chiesa di Santa Maria Assunta

  • Lemos muito sobre o Palazzo Murat, que é um restaurante, num super jardim, mas... estava vem acima dos nossos padrões, vimos de fora é lindo, quando vimos o cardápio, não entramos.

DICA: agora na alta temporada a maioria dos restaurantes que tentamos jantar já tinham reservas, então vale organizar isso antes (coisa que não fizemos).

 

DIA 3:

 

Parada 1: RAVELLO

 

Na verdade antes passamos de carro por Minori, pois erramos o caminho, mais uma cidade fofa para a lista.

 

Ravello é bem pequena e bem mai no alto que as demais cidades da Costa Amalfitana, o que nos possibilita muitas fotos incríveis.

 

O ponto mais famoso lá é a catedral, uma das mais antigas da Itália, mas ela fica aberta de manha e a noite, chegamos a tarde?!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Parada 2: AMALFI

 

Já no caminho tem a Grotta dello Smeraldo, com acesso por um elevador, é menos famosa que a de Capri (post de Capri com nossas impressões sobre a de lá) e mais vazia.

 

O centrinho de Amalfi é ótimo para passear, cheio de lojas e restaurantes.

Parada obrigatória é o DUOMO, é maravilhoso, lá está enterrado Santo André e na porta da igreja tem uma imagem do santo que duzem dar sorte tocar a cabeça, porém não permitem mais encostar na porta.

DICA: o restaurante em frente ao Duomo é maravilhoso.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Como dá para ver são pequenas cidades, sem muitos pontos turísticos, é para passear, comer e aproveitar a paisagem maravilhosa.

 

OBS: não deixe de tomar muito Apperol Spritz e Limoncello Spritz

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

You Might Also Like:

Uma volta por Quito

October 4, 2019

Bate-Volta em Quilotoa

October 3, 2019

1/15
Please reload

© 2023 by Going Places. Proudly created with Wix.com