Sydney em 4 dias

April 30, 2017

E chegamos na nossa última parada, mais 4 dias só e #partiubrasil!

 

 *esse vídeo foi gravado durante os 4 dias... por isso "sol, chuva, vento, frio, calor"!!

 

Dicar rápidas:

Como chegar: a maioria dos voos já chegam e saem de Sydney. Então pode fazer a cidade no começo ou no final da viagem (eu fiz no final)

Onde ficar: Sydney é gigante e em várias regiões. O melhor lugar para ficar é na região central. Não escolha as regiões mais afastadas, porque vai perder mais tempo para se locomover. Encontre um lugar para ficar aqui!

Quantos dias ficar: no mínimo 4 dias (e como é uma cidade grande, ficaria até 1 mês por lá)

Quando ir: no verão é melhor (Jan-Fev) porque a maioria das coisas para fazer são "outside".

 

Roteiro de 4 dias:

 

Como eu disse, chegamos viradas, mortas, com fome, com sono, com tudo. Mas claro que o check-in era só as 14h. Então deixamos as coisas no hostel e fomos bater perna. O tempo estava bem mais ou menos, mas estava quente (e eu só pensando, cadê o calor insuportável da Australia??).

 

Fizemos a Darling Harbour a é, depois sentamos para tomar um café da manhã, depois fomos até o Paddys Market

DICA: melhor lugar para comprar souvenirs. É tipo a nossa 25 de março, perto da China Town.

 

Voltamos para o hostel, fizemos check in e dormimos!!! A noite fomos para Newtown – um bairro super cool, um mix de Vila Madalena com Baixa Augusta – encontrar um amigo que está morando por lá.

 

No segundo dia, acordamos cedo... e estava chovendo!! O plano era ir para a praia. Claro que não deu certo!!! Então, o Renato (meu amigo) passou no hostel e disse que íamos fazer um City Tour diferente. E eu acho que eu subestimei um pouco essa cidade. Saímos as 11am e só voltamos as 9pm. E mesmo com a chuva, foi incrível!!!

 

 

Começamos pela Darling Harbour, depois andamos até a Circular Quay. Mas antes, subimos para o observatório para ver a vista da cidade. Na Circular Quay paramos para almoçar e para tirar 1.000 fotos com a famosa Opera House. E é impressionante ver a construção bem na sua frente (depois de tantas vezes ver por foto, ver os fogos do ano novo pela TV rs) e mesmo com o tempo nublado, é tudo lindo!! Fiquei apaixonada.

 

 

Achei que tinha acabado já. Afinal, o que mais tem Sydney? Subimos até o Hyde Park, passamos pelo Westfield, passamos pelas ruas com lojas (tipo Oscar Freire), tínhamos a vista da torre de qualquer lugar. Fomos ao Hyde Park, a Igreja de St Mary (mas estava fechada) e terminamos no final do parque com 20Km completados (ufa).

 

 

Praias em Sydney

 

No dia seguinte acordamos cedo para ir para Manly (com chuva ou sem). Quando saímos de Sydney de ferry o tempo não estava prometendo muito, mas quando chegamos em Manly, aquele sol maravilhoso. Aproveitamos o dia em Shelly Beach – que é uma praia mais tranquila e sem ondas (mas com muita gente). Pegamos o ferry de volta para Sydney as 5pm e tivemos o prazer de pegar o por do sol!!

 

Voltamos para o hotel, nos arrumamos e fomos jantar no Hard Rock (parada obrigatória em todas as cidades do mundo – sim, adoro ser turista rs). Depois íamos para o Casino Star – subir no rooftop – mas fomos surpreendidos com o tempo maluco de Sydney e caiu o maior temporal, desistimos e voltamos para o hostel (encharcadas).

 

Mais um dia, último dia em Sydney, acordamos e aquele tempo esquisito. Era dia de fazer a trilha de Bondi-Cogee. Pegamos um bus até lá (mais ou menos 40 minutos) e resolvemos fazer a trilha ao contrario do que todo mundo faz, de Cogee a Bondi. Cogee é mais tranquilo, tem menos coisas para ver e fazer... e queríamos chegar nas piscinas mais legais no final do dia.

 

 

Me disseram que a trilha era tranquila, de 5Km mais ou menos... e mentira!!!!!!! A trilha tem 8Km (marcamos no iWatch da Ana) e quase morremos de tanto calor (o sol resolveu aparecer). Quando entramos na piscina (uma praia antes de Bondi) nem reparamos que a água estava fria (21º). Levamos 5 horas para fazer a trilha toda (porque claro que paramos muito para tirar fotos) e foi incrível.

 

A trilha toda é muito bonita e tem muito lugar para parar, para descansar, para tomar sol e tudo mais... mas estávamos correndo contra o tempo!! Terminamos a nossa trilha na praia de Bondi, na piscina mais famosa do mundo!!! Essa piscina tem que pagar 6 dolares... mas sinceramente, não vale a pena!! Uma praia antes, tem uma piscina muito mais gostosa – que parece menos clube.

 

De lá, pegamos um bus de volta para a cidade. Paramos no Westfield porque íamos subir a torre, mas desistimos... 27 dólares por pessoa. Achamos desnecessário. Aí o nosso guia oficial (o Re) disse que ia levar a gente em um lugar incrível para ver o por do sol. Nada mais e nada menos do que embaixo da Harbour Bridge, de frente para a Opera House – nem preciso dizer que fechamos com chave de ouro ne?

 

E assim foram nossos dias em Sydney. Uma cidade grande, com praia, com cidade, com lojas, restaurantes, muita gente, muito turista, com chuva, com sol, com vento... tudo o que umas férias tem direito!

 

Agora só nos resta dizer tchau para esse país incrível e planejar a próxima viagem!

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

You Might Also Like:

Uma volta por Quito

October 4, 2019

Bate-Volta em Quilotoa

October 3, 2019

1/15
Please reload

© 2023 by Going Places. Proudly created with Wix.com