A incrível Cingapura

December 23, 2016

 

            Tive a oportunidade de ir para Cingapura duas vezes. A primeira no Reveillon 2011/2012 e a segunda em 2018. As duas viagens foram incríveis e definitivamente me apaixonei por lá.

 

            Em 2011 fomos em 7 amigos, ficamos em um hostel. Agora em 2018 me hospedei no Marina Bay e definitivamente vale a pena. Os quartos são ótimos, a vista maravilhosa e a piscina, não tem nem o que dizer (segue um mini book nela rsss).

 

 

 

 

 

 

 

 

Na tarifa do hotel não tinha café da manhã incluso, o de lá é caro, porém também vale, é delicioso, com muita variedade a acabávamos fazendo café/ almoço.

Ainda sobre o hotel, tem diversos restaurantes – apenas se atentar que servem comiga até as 22hrs, depois apenas bebidas. O famoso rooftop CELAVI é incrível, parada obrigatória e ainda vira balada. O cassino é gigantesco e também vale uma parada.

 

Para quem não está hospedado existe a possibilidade de subir no hotel para visitar – o Marina Bay Skypark.

 

Nas duas idas fiquei 3 noites em Cingapura, creio que 4 é o tempo suficiente, para curtir um pouco do hotel também.

 

Novamente andei pela cidade no ônibus Hop On Hop Off e creio que é a melhor opção, porque são varias linhas que atravessam a cidade, super rápido, não tem muito trânsito e com muitas paradas.

 

            Os principais pontos para serem visitados, além do já citado Marina Bay que é parada obrigatória, NE?!

 

– Merlion: é o símbolo da cidade (Mermaid + Lion), um leão com cauda de sereia.

 

– Gardens By the Bay – do hotel Marina bay há um acesso. É maravilhoso, a entrada é gratuita, porém para subir nas torres e entrar nas estufas paga-se, mas tem que ir.

 

– ArtScience Museum: também na área do Marina Bay, nunca tive a oportunidade de entrar.

 

– Esplanade – Theatres on the Bay – é uma teatro, mas nenhuma das vezes fui para lá

 

Ainda existe o show de água e luzes todas a noite na baía (as 20hrs e 21:30hrs), assistimos da janela do quarto;

 

Uma das “ilhas” da baía é uma loja gigante da Louis Vuitton e a outra era a balada Zouk (onde passamos o réveillon 2012), mas agora estava em reforma. OBS: a Zouk mudou para região do Clarke Quay.

 

Saindo da região da baía, os po

ntos que considero melhores são:

 

– Orchard Road: que é a rua dos shoppings, com todas as lojas caríssimas do mundo lado a lado

 

- Singapore River Cruise: os cruzeiros pelo rio que vão até a baía, são bem interessantes.

 

- Singapore Botanic Garden – dentro desde está o orquidário que é maravilhoso, vale sim a parada!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

- Clarke Quay: é uma região com muitos bares e restaurantes, ótima para um happy hour ou jantar, mas vale lembrar que bebidas lá são bem caras.

 

            Pelo ônibus avistamos diversas igrejas, prédios do governo, porém não visitamos nenhum especificamente (por isso gosto do hop on hop off, que te dá uma visão geral).

 

            Existem os bairros temáticos Arab Quarter, Little India e China Town, que só indico que você tiver tempo.

 

Little India tem um templo hidu bem interessante e China Town, além de um belo templo, tem sempre aquelas lojinhas de tudo que vc pode imaginar.

 

                Existe ainda a ilha de Sentosa, do lado de Cingapura que hoje tem o Resorts World Sentosa, um super complexo com resorts, restaurantes, aquário e um Parque da Universal Studios e obvio que demos uma volta no parque.

            Cingapura (vale a observação que em português é com “C” que se escreve), é definitivamente o lugar mais desenvolvido e organizado que conheço, tudo muito limpo e lindo e óbvio que caro também.

 Já gostava de lá e minha segunda ida me deixou ainda mais fascinada, certamente haverá a terceira ida!

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

You Might Also Like:

Uma volta por Quito

October 4, 2019

Bate-Volta em Quilotoa

October 3, 2019

1/15
Please reload

© 2023 by Going Places. Proudly created with Wix.com