Melbourne by Michelle

October 17, 2016

 

Todo mundo sabe que um dos meus lugares mais desejados é a Austrália!!! (Ma Romani).

 

E por isso, já estou me programando para uma visita (bem próxima) a minha amiga Michelle (que foi para lá fazer um intercâmbio... se apaixonou - em todos os sentidos rs - e resolveu ficar por lá)

 

E agora vai um pouco das dicas de Melbourne by Michelle.

"Se quer conhecer uma cidade cheia de influência cultural; Melbourne é o lugar!"

 

A Austrália é conhecida pelo mix de nacionalidades. E Melbourne é considerada a cidade cultural do pais. Então pode-se imaginar a mistura e seus criativos resultados na gastronomia, eventos, música e arte. Com forte influência asiática e europeia a cidade é o contraste das tradições britânicas com um estilo de vida mais relax. 

 

O que os australianos adoram chamar de easy-going. 

Não é à toa que foi eleita 6 vezes a melhor cidade para se morar do mundo.

 

No CDB (centro) é onde tudo acontece e onde a maior parte dos pontos turísticos se localiza. Em 2 dias consegue se conhecer todos, mas para sentir a cultura acredito que 4 ou 5 dias seria o ideal. No CDB temos a Federation Square (www.fedsquare.com), que é a ‘praça’ central onde muitos eventos gratuitos acontecem. Nela se localiza um centro de visitantes, que tem sempre ótimas dicas da programação da cidade. Vale a visita!

 

 

Para conhecer os destaques de Melbourne, você pode usar City Circle Tram, que seria um bonde gratuito em estilo vintage. 

 

Ele passa perto de varios pontos turisticos: Capitol Theatre, Town Hall, Athenaeum Theatre, City Libary, Immigration Museum, St Paul Cathedral, Parliament House, Royal Exhibition, St Patrick`s Catedral, Royal Arcade, Docklands.

 

Entre um lugar e outro não deixe de andar a pé, Melbourne tem muitas ruas escondidas as chamadas Lanes com boas surpresas. A mais famosa é a Hosier Lane (próxima a federation square). Nesses ‘becos’ encontra-se a arte de rua mais comum o grafitti e muitos cafés e restaurantes que as mesas ficam na rua. Ou seja, você senta para comer e assistir a vida passar. Aliás, não deixe de provar o café, que é tipo vinho para eles, com especialidades e muitas variações. 

 

 

Com lindas paisagens e muitos restaurantes, o caminho te leva aos estádios mais famosos. A cidade é a sede de muitos campeonatos e tem uma tradição nos esportes. Destaque para os Melbourne Cricket Ground e Melbourne Olympic. Se tiver algum campeonato acontecendo não deixe de assistir, principalmente se for de Cricket ou futebol australiano. São esportes totalmente diferentes do que temos no Brasil.

 

 

Na outra extremidade do rio encontra o bairro de Southbank, com mais opções de restaurantes e o mais famoso cassino da cidade, o Crown Cassino. Nele pode se contemplar a vista da cidade ou outra opção é escolher o prédio mais alto da cidade, que fica a poucos metros dali, chamado Eureka Tower (www.eurekaskydeck.com.au).

 

Há 15 minutos da Federation Square, se localiza o Bothanical Garden. Uma tranquilidade no meio da cidade com muitas espécies de plantas e flores. Além de ver um lindo jardim, é possível visitar o Shrine of Remembrance. Um monumento construído em homenagem aos australianos que serviram a I Guerra Mundial. Outra bela vista da cidade.

 

Se gosta de museu, Melbourne tem boas atrações, tais como: National Gallery of Victoria, como o nome já diz a galeria nacional com muitas obras australianas e britânicas e sempre conta com uma exposição especial. Já o Melbourne Museum tem réplicas de animas do mundo todo, cinema Imax 3D, estudos da mente e corpo humano além da evolução humana. Foi um dos mais interessantes que já visitei.

 

Um dos ícones da cidade mais conhecido é a Brighton Beach. Com suas famosas ‘casinhas’ coloridas. O que na verdade são ‘bathing boxes’ para guardar os utensílios usados na praia. Para chegar lá o ideal e usar o train (metro) até a estação Middle Brighton.

 

Outra praia famosa e St. Kilda com muitos estrangeiros e turistas o bairro sempre está agitado e com várias opções de eventos além do famoso Luna Park e das ruas Fitzroy Street e Acland Street. Dizem que no sunset consegue-se ver pinguins vindo da agua para dormir em terra. Eu como havia visitado a Philip Island, não tentei.

 

Para comer há muitas opções e ruas famosas com comidas do mundo todo. Sim, sempre há opções para todos os gostos: italiana, grega, tailandesa, vietnamita, nepalesa, libanesa, entre outras. As mais famosas são Brunswick Street em Carlton, Chapel Street em South Yarra e Flinders Lane no CBD. O bairro mais alternativo seria Fitzroy e o mais descolado Richmond. A noite na cidade é sempre fervilhante, há opções de transporte público funcionando 24 horas nos fds. Quando o tempo está bom, a melhor opção é escolher um Rooftop. Tem muitos bares com Rooftop espalhados por toda a cidade.

 

 Acland Street

 

Outra pedida é visitar o Queen Victoria Market, o principal mercadão com venda de alimentos dos mais variados. Abre de quarta a domingo das 6am a 5pm. No verão e inverno acontece todas as quartas a noite o Night Market ( qvm.com.au/night-market ), que são barracas com comidas e bebidas do mundo todo a ótimos preços, como os locais com Food Truck no Brasil. 

 

Além de tudo isso, se gosta de animais e ainda tiver animado pode passar um dia no Zoo Melbourne, que em 4 km tem mais 320 espécies. Ou visitar o Sealife Melbourne Museum. 

 

E aí, preparados para visitar a Austrália?

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

You Might Also Like:

Uma volta por Quito

October 4, 2019

Bate-Volta em Quilotoa

October 3, 2019

1/15
Please reload

© 2023 by Going Places. Proudly created with Wix.com