Buscar

Roteiro de 4 dias em Munique


Nossa viagem para Munique foi uma loucura, definitivamente “caiu do céu”. Eu ia com meu namorado, mas terminamos antes, então a Marcella (sempre parceira) foi passar o final de semana lá comigo.

Nosso roteiro:

Bate volta para Garmisch – Partenkirchen, no Zugsptize

Bate volta para Füssen - castelo Neuschwanstein

2 dias em Munique

(e na volta, 1 dia em Frankfurt)

A cidade de Munique é incrível e com certeza vale a visita. Fomos do aeroporto para a cidade de trem (super fácil e demora cerca de uma hora). 2 dias são suficientes para conhecer todos os pontos interessantes. O restante dos dias, é melhor aproveitar para fazer viagens de bate-volta pela região.

Os hoteis/hostels de Munique são bem caros (e nem fomos na alta temporada).

Nos hospedamos no Metropol, super bom e bem localizado!

Tirei o primeiro dia para visitar os pontos turísticos mais distantes, mesmo sendo uma cidade com ótimas linhas de metro e trem, optei pelo ônibus Hop On Hop Off, pois sempre facilita a vida e também é legal ir vendo a cidade e ouvindo as histórias do tour. É possível comprar o bus com o percurso curto, que faz só os pontos turísticos centrais e o longo – “Gran Circle”, que foi minha opção. As paradas são as seguintes:

Pontos turísticos:

1. Hauptbahnhof: é a estação central (gigante), ao redor têm diversas lojas, restaurantes e foi nessa região que nos hospedamos;

2. Art Galleries: a cidade tem diversos museus desde arte clássica à contemporânea e essa parada é exatamente entre dois super museus;

3. Odeonsplatz: é uma praça gigante, dela sai a avenida Ludgsstrabe, onde está o café Tombosi (o mais antigo da cidade), parque Holfgarten – locais que vale uma andada

4. Max-Joseph-Platz: praça com o nome do primeiro rei da Bavária, que dá acesso ao Teatro, à Opera...

5. Marienplatz: o coração de Munique lá se tem acesso à prefeitura (aquele prédio famoso que todos acham que é uma igreja), à Catedral, igreja de São Pedro, às cervejarias mais famosas, diversas lojas (mais abaixo citamos nosso tour pelo centro);

6. Karlsplatz: a praça tem uma fonte linda, mas estava vazia;

7. Palace of Nymphenburg: o palácio teve sua construção acabada em 1741 e servia como residência de verão dos reis da Baviera. Hoje é possível a visitação ao palácio, ao parque de 200 hectares em volta e nas alas externas do palácio atualmente são alguns museus.

O Palácio no estilo barroco é lindo (custa 11 EUR a entrada), o salão principal é uma verdadeira obra de arte, com suas pinturas. Tudo é muito lindo, elaborado e com muito ouro. Ao lado está o museu das carruagens - Marstallmuseum, que tem um acervo gigantesco. Também o museu da porcelana. Pelo jardim é possível chegar ao Jardim Botânico e ao Café Palmas. Como estava muito frio, não andei por tudo.

8. BMW Museum: Um lugar imperdível e Munique. A parada é no complexo BMW (estima-se que esse custou 500 milhões de Euros). Lá está o prédio da empresa, que é em forma de pistões de carros, o showroom (com uma loja incrível, cafés) e o museu (custa 10EUR para entrar) é apaixonante, muito tecnológico e mostra a evolução dos carros e motos da marca.

9. Olympic Park: foi construído para as Olimpíadas de 1972, super moderno para a época, ao lado estão a Olimpic Tower, que tem um restaurante giratório no topo e o Aquário.

10. Schwabing / Siegestor – English Garten: é a área do “Artists District”, cheia de bares e restaurantes e do famoso English Garten, uma parque gigante dentro da cidade – no verão são muito famosos os biergartens lá dentro e ainda os surfistas de corredeira do Rio Isar.

Nosso segundo dia em Munique optamos por fazer tudo a pé, começando pela Marienplatz, chegamos às 11 da manhã para ver o “cuco”, parada obrigatória na cidade. É possível subir no prédio da prefeitura, porém como era domingo estava fechado, assim como todas as lojas e diversos restaurantes do centro (se atentar para isso!). Logo ao lado está o Karlstor, um portão medieval. Seguindo a pé chegamos a Peterskirche (Igreja de São Pedro), que é possível subir ao topo (custa 2 EUR), a vista é maravilhosa, mas cansativa!

Perto está o Viktualienmarkt, um mercado a céu aberto que dizem ser incrível para comer, porém estava fechado.

Frauenkirche é a igreja das duas criptas que é o prédio mais alto de Munique, não se pode construir nada mais alto que a igreja. Outra igreja famosa é a Michaelskirche.

Maximilianstraße é a rua das lojas chiques que vemos em toda grande cidade europeia e mais a frente está o Residenz Museum, uma palácio que pela fotos é incrível, mas também não o visitamos.

Seguimos andando o dia todos pela cidade, acabamos no English Garten, a cidade é tão linda que até mesmo os locais não tão turísticos, são dignos de fotos.

Sendo Munique a cidade da cerveja, dedicamos um post apenas para isso (link)

#porumavidasemrotina

#alemanha #munique

0 visualização

© 2023 by Going Places. Proudly created with Wix.com