Buscar

Um fim de semana em Mendoza


O nosso objetivo do final de semana era: fugir da chuva em Santiago (que no final não choveu rs). No sul do Chile a previsão era CHUVA!! No norte... não achamos um lugar com muita coisa para fazer (já fomos para o Atacama). Então, começamos a ver os voos que iam de Santiago direto a... Mendoza!! Argentina... porque não?

Há quem diga que sou louca de fazer esse tipo de viagem de fim de semana, mas te digo uma coisa: isso vale a pena!! Claro que eu estava em Santiago, então fica tudo mais fácil (mas, conversando com o guia lá em Mendoza, ele me disse que muitos brasileiros pegam o voo direto para Mendoza na 5a feira e voltam no domingo a noite, que também é direto. Pode ser uma opção para quem está no Brasil).

E aí, a dúvida: como otimizar nosso roteiro para um final de semana? Te conto tudo nesse post. Mas antes, algumas dicas básicas antes de ir:

Como chegar:

Há algumas maneiras de chegar em Mendoza.

Se está no Brasil: a maioria dos voos são com escala em Buenos Aires ou em Santiago. Os únicos voos diretos acontecem de 5a e Domingo. O melhor jeito de encontrar é pelo SkyScanner.

Se está em Buenos Aires: os voos são diretos ou pode se arriscar em carro ou bus (serao aproximadamente 1.200 kms).

Se está em Santiago: os voos também são diretos ou pode atravessar as Cordilheiras de carro. Não é tão longe, mas saiba que perderá um bom tempo para atravessar a alfândega. A média de fila é de 3 horas.

Onde ficar: Mendoza tem 5 redes de hoteis 5 estrelas (e alguns são mais distantes do centro). Se quiser ficar perto do centro (e não gastar tanto com um hotel 5 estrelas), se prepare para o que vai encontrar. Os hotéis que a cidade oferece são um pouco velhos... e caros!!! Ficamos no Condor Suites Apart Hotel. Sinceramente achei bem ok, com um custo benefício bom. Mas, meio velho (a realidade era melhor que as fotos que vimos no Booking).

O que fazer?

Essa é a parte mais legal de Mendoza... os programas durante o dia e a noite.

Para começar, Mendoza tem 1.200 vinícolas no total. Ou seja, mesmo se ficar 1 ano por lá, não conseguirá visitar todas. Além disso, no verão ou no inverno, diferente do que muitos pensam, tem muito programa "natureza" para fazer. No nosso caso, tivemos que escolher 1 programa "natureza" e 1 vinícola (porque o tempo era curto).

Com a ajuda da empresa Nossa Mendoza, organizamos o nosso roteiro de uma forma que gostamos demais!! (porque nosso estilo de viagem pedia isso).

Dia 1 (Sexta):

Chegamos na cidade no final do dia e mortos de fome. Mas, aproveitamos que ainda estava claro e fomos passear!! Conhecemos todas as praças que tem no centro de Mendoza com a ajuda do Gui (que leu tudo sobre elas antes de chegarmos). Depois, saímos para jantar. Fomos no Cordillera Vinos y Fuegos - porque era o mais perto do hotel e estávamos com muita fome mesmo!!! Mas a escolha foi ótima. Comemos carne argentina e tomamos um bom vinho!! E o melhor... gastamos aproximadamente R$ 100 por pessoa (que para lá é considerado um restaurante caro... nada como viver em SP ne rs)

Dia 2 (Sábado):

Acordamos logo cedo e fomos para o tour Alto Montanas. Esse tour passa por toda a Cordilheira até cega em Aconcágua. Depois passamos pela Puente del Inca, Penitentes e Represa. Voltamos para a cidade as 18h e como ainda tínhamos um pouco de tempo, o Emi passou com a gente pelo Parque San Martin - o parque mais famoso da cidade. E subimos até o topo para ver o mirador. Incrível. Ah, não tente ir para esse parque a pé. Não vai conseguir ver nada!! Vá de carro ou alugue uma bicicleta.

A noite fomos na rua xxx, a rua conhecida pelos barzinhos de Mendoza. Antes de beber, paramos no "El club de la Milanesa" para comer e depois sentamos no "Hangar 52" para terminar a noite.

Dia 3 (Domingo):

Acordamos, empacotamos as coisas e já fizemos checkout. As 10h30 tínhamos um tour na vinícola Zuccardi - uma das mais famosas de Mendoza. Foi muito legal. A única parte que não foi tão legal é que agora não é a época de plantação ou colheita. Então a vinícola fica um pouco parada. Mas o tour e a desgustação foram incríveis!!! E depois já fomos direto para o aeroporto.

A única coisa que eu faria diferente é ter um almoço na vinícola (que dizem que é incrível). Mas não tínhamos tempo por causa do voo. Quem sabe da próxima vez ne?


261 visualizações

© 2023 by Going Places. Proudly created with Wix.com