Buscar

Viajando com Giovana Romani


Virginiana, paulistana e jornalista. Ou seja, crítica, acelerada e muito curiosa; E é ela que entrevistamos essa semana, Giovana Romani. "Eu gosto de gente. Gosto de saber a história das pessoas, de fazer perguntas, de entender quem é o outro. Há quem diga que transformo conversas em entrevistas (às vezes até intimido as pessoas), mas não resisto!" afirma a jornalista.

Sou suspeita para falar, mas sou fã dela!! Seu jeito de pensar, as matérias que escreve e as incríveis fotos do Instagram. "No metrô, em qualquer lugar do planeta, fico imaginando quem são os passageiros ao meu lado. O que eles fazem? Para onde vão? Por que estamos sentados no mesmo vagão? Acho que poderia ter sido filósofa! E isso me faz lembrar que adoro ler. E também amo assistir a séries de TV de investigação criminal (pois é...), brincar com meus sobrinhos e desbravar o mundo ao lado do meu marido."

PUVSR: Para você, qual é a melhor parte de viajar?

GR: Sair da zona de conforto e viver momentos completamente inesperados! Em janeiro, por exemplo, estava jantando em um bistrô daqueles bem apertados em Paris com meu marido, Marcelo, quando engatamos um papo animado com o pessoal das mesas ao lado: um casal de libaneses, um milionário carioca que mora em Cingapura e um advogado da Costa do Marfim. Digamos que foi uma conversa globalizada! Enfim, antes de ir embora, o brasileiro nos disse: "Life is a gift. Temos sempre que nos lembrar disso". É um clichê, mas aquilo me marcou. A vida é mesmo um presente, né? Você não perguntou, mas a pior parte é viajar apertada na econômica, o que só piora quando você vai na poltrona do meio e tem o costume de levantar de hora em hora para ir ao banheiro.

PUVSR: Qual é o lugar que você mais gosta no mundo (de todos que você conheceu)?

GR: Olha, há alguns meses, eu responderia Nova York de bate e pronto. Simplesmente amo aquela cidade, me sinto bem só do chegar lá. Mas acho que é porque já fui muitas vezes. Este ano fui pela quinta vez a Paris e comecei a me sentir tão em casa que ela virou forte concorrente a melhor lugar do mundo no meu coração.

PUVSR: Se tivesse que escolher um lugar para morar, qual seria?

GR: Sempre quis morar em Nova York e acho que um dia esse desejo ainda vai se concretizar. Se bem que essa nevasca de agora me assustou um pouco!

PUVSR: Quais são os itens básicos da sua bagagem (aqueles que você não abre mão)?

GR: Sabe aquele gif da pessoa que leva até um unicórnio na bagagem "porque vai que precisa"? Sou eu! Além das roupas básicas, sempre levo sapatos baixos e altos, pelo menos um vestido mais arrumadinho, uma pashmina e um kit bem completo de maquiagem.

PUVSR: Nas suas viagens à trabalho, você consegue tirar um tempinho para conhecer o lugar e passear?

GR: Sim! As viagens para grupos de jornalistas já acabam tendo muitos passeios turísticos na programação. Também temos a chance de conhecer restaurantes incríveis. No meu tempo livre, acabo aproveitando para fazer uma comprinha.

PUVSR: Qual foi o maior perrengue que você passou durante uma viagem (a trabalho ou a passeio)?

GR: Impossível esquecer da viagem a trabalho em que fui esquecida em um restaurante em Barcelona. O pessoal exagerou no vinho durante o almoço e, quando estávamos de saída, resolvi ir ao banheiro. Só que não avisei ninguém. Quando cheguei na rua, ainda consegui observar a van do grupo lá longe. Acabei pegando um táxi e fui visitar a Sagrada Família. Só os encontrei horas depois.

#PorUmaVidaSemRotina


0 visualização

© 2023 by Going Places. Proudly created with Wix.com