Buscar

10 coisas que você precisa saber antes de ir para Cuba


Fechei essa viagem há mais de um ano atrás e faz uns 3 meses que venho pesquisando como me prevenir de todos os “problemas” que eu já li sobre ir para Cuba. Não é nada tão complexo, só que falta muita informação. Por isso vou deixar algumas dicas aqui (antes de ir). Quando eu voltar... irei voltar com muito mais dicas!! Se preparem!! Enquanto isso, ficam aqui algumas muito úteis para quem pensa em Cuba como próximo destino:

1. Precisamos de visto!!

Sim! Nós brasileiros precisamos de visto para entrar em Cuba. E é muito simples de tirar. Você pode fazer via correio/via despachante (mais caro) ou pessoalmente (que é muito rápido e mais barato). Eu optei por fazer pessoalmente

  1. Preencha o formulário

  2. Faça o pagamento via depósito bancário

  3. Vá até o consulado com os documentos

Seguindo esses 3 passos você sai com a “Tarjeta turista” válida para 30 dias.

Saiba como tirar o visto para Cuba.

2. EUROS! EUROS! EUROS!

Isso foi o que mais li sobre recomendações de moeda. E para trocar os Euros por CUC, prefira o aeroporto de Havana – por incrível que pareça é a melhor taxa de conversão e muito seguro. E leve em dinheiro. Cartões de crédito sempre te deixam na mão por lá.

Dica: compre sua moeda pelo Melhordocambio – sempre consigo negociar um preço de compra bom!!! (e é muito seguro)

3. Não pense que irá conhecer Cuba por inteiro Roteiro: essa é a parte mais complexa da viagem. Primeiro, Cuba é enorme (no mapa não parece mesmo).

E segundo, o transporte lá não é a coisa mais fácil do mundo... então vai demorar um tempo para se locomover.

Meu roteiro: Havana – Cienfuegos – Varadero – Havana

Queria ir para Cayo Largo, mas a logística era um pouco mais complicada (avião e pacote direto com a agencia). Me contentei com as praias de Varadero (depois eu conto se valeu a pena).

4. Hospedagem será uma questão de escolha

Onde ficar: dizem que a melhor experiência que você pode ter é em casa particular de cubano para viver a experiência. Iremos ficar também. Na verdade escolhemos ter uma experiência em cada lugar: Havana ficaremos em um hotel boutique (Revolution Hotel Boutique), em Varadero, no Meliá e em Cienfuegos, em um casa particular.

5. Leve PAPEL HIGIÊNICO na mala (essa dica foi a que eu li que achei melhor rs).

Todos sabem que Cuba é uma ilha e tem vários temas com os EUA e os produtos não tem um acesso muito fácil por lá.

E o papel higiênico é um deles. Então por prevenção iremos levar!!!

6. O barato nem sempre é o mais barato Transportes: o pessoal do Revolution Hotel nos recomendou a sempre pegar taxis coletivos – dentro da cidade e para ir de uma cidade a outra. Taxi normal é muito caro e os ônibus meio lentos demais. E o que vai economizar na passagem de ônibus, é o que vai pagar de taxi até a rodoviária. Então a dica é pegar taxis coletivos e tentar uma boa negociação (já me contaram que tudo deve ser negociado – Adoroooo!!)

7. Seguro de saúde É obrigatório ter um seguro para entrar em Cuba. Você pode fazer o seguro desde o BR ou comprar na entrada de Cuba.

8. DESCONECTE!!! Internet em cuba é luxo. E já me avisaram isso já um tempo (já estou me preparando psicologicamente). Internet lá custa mais ou menos de 2 a 5 euros a hora – depende de onde comprar. Eu decidi... ficarei off-line aproveitando as férias!!

9. Cuba é seguro A primeira coisa que perguntei para a Agnes (que já foi para Cuba) foi sobre a segurança. E me disse que, apesar dos cubanos não serem as pessoas mais simpáticas do mundo, tem 0 risco de andar por lá. (também para quem mora em SP isso nunca é um problema).

10. Cuidado com os meses de furacão Isso foi uma coisa que fiquei bem atenta... e acabou de passar um furacão por lá ne? Então, tente escapar dos meses entre julho e outubro (começo de novembro começa a ser considerada uma boa época para ir para a região)

Agora é fechar a mala e ir!!! Na volta eu conto mais sobre essa aventura!!

#porumavidasemrotina


413 visualizações

© 2023 by Going Places. Proudly created with Wix.com