Buscar

Uma parada em Havana


Enfim, depois de 24 horas, chegamos em Havana (há voos um pouco mais rápidos para chegar... mas nenhum direto desde o BR). Nossa primeira impressão de Havana: incrível. Como diria uma amiga "parece que você voltou no tempo" (e hoje deve estar bem mais moderno que quando a Agnes foi). Para ver como foram nossos dias por lá, assista ao vídeo.

Chegamos no aeroporto e a primeira aventura foi descobrir onde trocava o dinheiro (único lugar do mundo que o melhor é trocar moeda no aeroporto). Dentro do aeroporto tem um caixa automático que troca (mas o dinheiro acaba rápido). Fora, onde pega os taxis, tem uma casa de cambio (prepare-se para a fila também). A segunda aventura era pegar um taxi para ir até Havana Vieja.

Conselho: pergunte a todos os taxis quanto é (porque vai comecar por 40cuc e você pagará 25cuc *preço justo). Chegando a Habana Vieja: não se assuste se o taxi te deixar no meio da rua e você ter que ir até o hotel andando. Tem muitas ruas no centro de Havana que são fechadas e não entra carro. Mas como é muito seguro, não tem problema. Claro que nosso taxi nos deixou no meio da rua e tivemos que buscar o hotel a pé.

Chegamos no Hotel Revolution e fomos super bem recepcionados pela Esparanza e pela Jaque (duas cubanas muito simpáticas). E logo nos receberam com o drink tipico cubano com Rum. Ficamos conversando e pedindo todas as dicas para os dias que íamos passar por aqui!! (E a maioria das dicas eu não tinha achado na internet).

Já era final de dia e saímos andando (sem medo mesmo porque Havana é muito seguro). Nesse primeiro momento era reconhecimento do local mesmo! E como estávamos um pouco afetados com o fuso, também fomos para cama cedo. Mas antes, comemos no restaurante "paladar Duena Eutmia" (recomendação da Esperanza). Recomendamos também!

Nos outros 4 dias que ficamos em Havana, fomos para todos os lados. Pegamos o mapa e descobrimos a cidade (já que internet era artigo de luxo e não fomos com nosso amigo e companheiro Google)

Habana Vieja: nessa parte de Havana a dica é ANDAR!!!! E possível fazer tudo a pé. Para os preguiçosos, tem bicitaxi que pode andar pelas ruas de lá. Vá da Plaza de Armas até o Capitólio. Lá fica o Museo de la Revolución também (para quem curte história, vale a pena entrar). E não deixe de passar pela Catedral de Havana (que é linda)

A rua Obispo é a rua badalada lá. Com barzinhos, restaurantes, lojinhas.

Onde comer e beber: Floridita (bar típico de Havana - meio caro e turistão - mas vale a pena dar uma passada); Bodeguita del Medio (vale a pena dar uma passada e deixar sua marca na parede); Paladar Duena Eutimia (na minha opinião, o melhor); Cha Cha Cha (esse é mais requintado, mas é incrível).

Mais para baixo, tem Paseo del Prado que termina no Malecón (Onde é legal ver o pôr do Sol).

Vedado: é onde fica a imagem mais famosa de Fidel e Che Guevara (nos prédios em frente a Plaza de la Revolución. Nesse bairro também tem o Cemitério Colon (o 3o maior da Am. Latina), o banco de John Lennon (ele nunca foi a Cuba, mas fizeram uma homenagem), a sorveteria Coppelia e o Hotel Nacional. Como é longe de Habana Vieja, o ideal é pegar um taxi, um conversível ou um Coco Taxi para fazer o tour (que dura mais ou menos 1h30). Eu fiz de conversível e consegui negociar o preço para 30 cuc (era uma sexta feira pós chuva e ainda baixa temporada).

Do outro lado de Habana Vieja: do outro lado da baía tem 2 atrações: Cristo de Habana e o Castillo del Morro.

Vale a pena atravessar e ir conhecer. Nós pegamos a balsa pública mesmo (que custa centavos) e para ao pé do Cristo.

Playas del Leste: essa parte é para quem tem um dia sobrando em Havana.

Sai um ônibus da praça Central até as praias de Havana.

Para quem tinha ido a Varadero, claro que foi um pouco sem graça. Fora que estava ventando muito e nao conseguimos aproveitar tanto.

Mas, é gostoso!! Esquema RJ - com barraquinhas (não espere nada igual ao BR) e aluguel de cadeira e guarda-sol.

Além disso, há algumas coisas típicas para se fazer em Havana:

- Visitar uma fábrica de tabaco (quando fomos, a fábrica ainda estava localizada em outro lugar e acabou não dando tempo de ir até lá)

- Ver o Canonaza (uma cerimônia tradicional que acontece todos os dias às 9pm e dura mais de 200 anos, que simula o disparo que era utilizado para anunciar o fechamento da cidade de La Habana antigamente)

- Cabaret: um espetáculo cubano que acontece nos hoteis - que pode custar de 45cuc a 100cuc (converta).

#porumavidasemrotina


0 visualização

© 2023 by Going Places. Proudly created with Wix.com