Buscar

Aventureiros da melhor idade: 60 dias pela Europa


E chegou ao fim o roteiro dos Aventureiros da melhor idade!!! 60 dias de mochila pela Europa (quer dizer, de mala de rodinhas), 55 cidades conquistadas (as que passamos de carro também contamos),10 países, muitos KM percorridos e muitas histórias para contar...

Nesse post vou contar um pouquinho de cada lugar que o Stenio e a Katia passaram... e alguns perrengues para deixar a história um pouco mais divertida!

E tudo pelas palavras deles:

INGLATERRA

Londres

"Cidade preferida da Kátia. Primeira parada para visitar a família - Vilma (prima da Kátia) e check nos principais pontos turísticos da cidade: Big Ben, London Eye, Tower of London, Tower Bridge, Westminster, National Gallery, Regent’s Park, Camden Town, Hyde Park, Palácio de Buckingham. Foram 4 dias de muita caminhada e um banho de cultura."

Oxford

"Um bate e volta pela cidade universitária. Encantadora. Pegamos um trem de manhãzinha e voltamos no final do dia. A principal atração é, lógico, a Universidade de Oxford. É lindo e vale a pena a visita a cidade!"

Leeds

"De Londres, fomos a Leeds, visitar nossos queridos amigos - Lesley e Elliot. Conhecemos eles desde muito tempo (quando tiramos uma foto para eles em pleno ano novo de Copacabana e mantemos contato até hoje). Leeds é uma cidade pequena e encantadora"

Liverpool

"A cidade dos Beatles. Que tal começar o dia tomando uma cerveja inglesa no PUB mais famoso de Liverpool? Depois conhecer o Museu Natural de Liverpool e passear no Museu dos Beatles pagando ingresso da melhor idade!!!!

ESCÓCIA

Edimburgo

"2 dias em Edimburgo (Escócia): Foram dias inesquecíveis numa cidade maravilhosa que remonta a era medieval.

Na parte antiga da cidade é onde estão a maioria das atrações turísticas (Parques,Igrejas, Monumentos, Museus, Prédios Históricos, Ponte Forth Rail Bridge e os Palácios de Edinburgh e Holyroodhouse - onde a Rainha Elizabeth II passa uma semana de férias no verão).

Os prédios são todos antigos mas com lojas modernas no térreo. Em 2 dias deu para sentir o clima, mas para conhecer recomendamos 5 dias no mínimo - aí dá para fazer passeios mais longos como o Jardim Botânico (que não deu tempo de irmos)."

IRLANDA

Dublin

"Passamos uns dias na capital da Irlanda - com direito a greve de transporte público.

Uma aventura para chegar ao aeroporto destino Amsterdam - Holanda. Encontramos aqui uma quantidade enorme de brasileiros que estão tentando a sorte nesse pais. Engenheiros, farmacêuticos, economistas, e outros.

Dublin é uma cidade muito movimentada com um trânsito infernal no centro da cidade. O uso da bicicleta é comum. Vários são os pontos turísticos mas alguns são destaques: Trinity College, Dublin Castle, ST Patrick's Cathedral (Padroeira da Irlanda), Antigo Parlamento onde hoje funciona um banco, o prédio do correio, Christchurch Cathedral, a fábrica da GUINNESS para os amantes da cerveja, The Brazen Head o PUB mais antigo da cidade, etc...

O tempo aqui nessa época é outono e já faz frio. Além da chuva - com temperatura na faixa de 7º a 19º. Se você vier a Dublin, pesquise bem o local onde vai ficar, pois o transporte público é muito caro para se locomover pela cidade.

Se tiver tempo visite o interior que deve ser muito bonito."

HOLANDA

Amsterdam

"Amsterdam – Holanda, a cidade das bicicletas, com cerca de 800 mil habitantes. Um povo hospitaleiro e alegre. A cidade é maravilhosa e a nossa programação de dois dias foi pouca para explorá-la. Como chegamos na sexta-feira (23) à noite, ainda conseguimos aproveitar e jantamos num bom restaurante e aproveitamos para conhecer um pouco a cidade badalada. No sábado a cidade ficou lotada, dificultando muito o acesso aos locais turísticos. Por exemplo, o Museu Van Gogh tinha fila para entrar de duas horas. São muitos pontos turísticos e para ir a todos é necessário pelo menos 5 dias. Com certeza voltaremos para Amsterdam para conhecer as atrações que não conseguimos ir e viajar pelo interior para ver os Moinhos."

BÉLGICA

Antuérpia

"A capital dos Diamantes, com cerca de 530 mil habitantes. O centro da cidade é muito bonito com suas construções antigas. A língua predominante é o francês. Ficamos hospedados num studio perto da Estação Central de Trem (Central Station) construída no final do século XIX. Maravilhosa.

A Catedral de Nossa Senhora, construção iniciada em 1352, tinha seu projeto inicial duas torres mas só uma foi concluída. A praça principal tem diversos prédios históricos e uma fonte. Fomos ao Castelo de Steem, um castelo de pedras a beira do principal rio, o Scheldt. A praça Groenplaats localizada no coração do centro histórico abrigou no passado o principal cemitério antes da ocupação austríaca. Antuérpia tem seus encantos e belezas. Lógico que não podíamos sair daqui sem experimentar o waffle e alguns chocolates belgas."

Bruxelas

"Também chegamos em Bruxelas, a capital da Bélgica. Com uma população de aproximadamente 1,8 milhões de habitantes é aqui que fica a sede da União Europeia (UE) e da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN). Como toda capital, já encontramos trânsito e muita gente andando apressadamente. A cidade foi fundada em 979 e as línguas são o francês e a neerlandês. Meios de transportes utilizados são o metrô, tram e ônibus. A arquitetura é diversificada de construções medievais como a Grand Place até os grandes edifícios modernos. Museus, monumentos, praças, igrejas, palácios compõem o roteiro histórico da cidade que não são abertos à visitação pública às segundas-feiras. A noite belga é muito movimentada com inúmeros PUBs e restaurantes de comidas típicas e internacionais. A famosa estátua de bronze de 60 cm. - Manneken Pis (garoto a urinar) - que fica numa esquina de uma rua estreita é a mais visitada na cidade. Para poder explorar mais a cidade é necessário pelo menos 3 dias. E como não experimentar a cerveja, o famoso chocolate belga e o waffle?"

FRANÇA:

Paris

"Fomos primeiro para um hotel... terrível. Que queríamos sair correndo. Sabe a foto que vimos pelo site que reservamos??? Não tinha nada a ver!!! E aí mudamos para o Hotel L´Ouest Hôtel onde fomos muito bem recebidos e só temos a agradecer a Veronica que em todos os dias nos ajudou muito (aliás recomendamos esse hotel a quem vier a essa cidade). Ótimo custo/benefício.

Nossa primeira experiência em Paris, cidade luz da Europa, começou com um passeio à Torre Eiffel, seguindo para o Trocadero, Grand Palais, Petit Palais, I´Obélisque, Av Des Champs Elysées e Arc de Triomphe. A noite, um jantarzinho com um vinho branco "nacional". Depois, nos outros dias passamos por:

Escalada de aproximadamente 350 degraus para chegar até a Basílica de Sacré-Coeur, seis horas de passeio pelo Museu do Louvre, Jardin Des Tuileries, passar pelo Palais Garnier - Opéra National de Paris, Galeries Lafayette e finalizar com um passeio noturno na frente da Catedral de Notre-Dame, curtindo a noite em meio de muitos barzinhos e restaurantes (não tem preço!). Ainda vale a pena fazer um passeio rápido pelo Rio Senna e o JARDIN DU LUXEMBOURG; e vale tirar um dia para Versalhes (o maior Palácio do mundo - patrimônio UNESCO)

ITÁLIA:

Roma

"Nossa primeira parada em Roma limitou-se a conhecer o Vaticano, uma cidade murada dentro da cidade de Roma. Quem já esteve lá sabe o quanto são demoradas as filas para acesso à Porta Santa, Capela Sistina e a Basílica. Valeu cada minuto! O lugar é muito lindo que só pessoalmente consegue ver todos os detalhes. Um passeio que não pode deixar de ser feito quando vier à Itália."

Lucca

"Depois de deixar Roma, capital da Itália, com cerca de 2,8 milhões de habitantes, uma cidade também com um trânsito caótico e fomos com destino a Lucca cidade natal do nonno materno da Kátia. Viemos aqui para resgatar as raízes. Essa nova etapa da nossa viagem foi feita de carro. Já experimentamos avião, trem, tram, ônibus e metrô. Foram 352 Km de estradas com mão dupla de ótima pavimentação, muito parecidas com as do estado de São Paulo. Também pedagiadas com um custo semelhante para o trecho percorrido. A cidade mais velha, em estilo medieval é cercada por uma muralha onde estão os principais pontos turísticos e casas muito antigas. Lucca tem hoje cerca de 100 mil habitantes. Uma cidade tranquila com bons restaurantes italianos."

Pisa

"A 20 Km de Lucca chegamos a Pisa. Cidade, também atrás de uma muralha com uma população de aproximadamente de 430 mil habitantes. Pisa é uma província da região da Toscana e conhecida mundialmente por sua torre pendente de mármore branco que começou a ser construída em 1173. Sua altura é de 55,86 metros do lado mais baixo e 56,70 metros na parte mais alta. Seu peso estimado é de 14.500 toneladas. Toda a praça foi declarada Patrimônio da Humanidade pela UNESCO em 1987. Um lugar que vale à pena conhecer."